01 de maro de 2018 às 18:33

Igreja Universal pode indicar o vice de Álvaro Dias

Pré-candidato à Presidência pelo Podemos busca aproximação com evangélicos

Após ser ventilado a possibilidade de ter o deputado federal Marco Feliciano como candidato a vice-presidente, o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) continua buscando aproximação com os evangélicos.

Ele ofereceu ao PRB, partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), a indicação de um nome para ser seu vice na chapa. A escolha mostra que Dias não está alheio ao fortalecimento político dos evangélicos, que já são quase um terço da população brasileira.

Integrantes da cúpula da IURD comandam o PRB. O presidente da sigla é o ex-ministro Marcos Pereira, bispo licenciado da igreja, assim como Marcelo Crivella, seu representante mais famoso. Com a atual representatividade no Congresso, o Podemos teria 12 segundos no horário gratuito de TV na campanha. O PRB, com mais deputados eleitos, acrescentaria cerca de 27 segundos.

A aposta do senador paranaense é em uma maior visibilidade, já que a Universal também é dona da TV Record e de uma grande rede de comunicação, com emissoras afiliadas e diferentes estações de rádio nos Estados.

Na pesquisa mais recente, do Datafolha, o nome de Álvaro Dias apareceu com 5% das intenções de voto. Pesa em seu favor, a mais baixa rejeição entre os atuais pré-candidatos (13%), algo que, segundo especialistas indica uma maior possibilidade de crescimento assim que tiver mais exposição.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a negociação para o PRB indicar o vice está sendo feita por Pereira. O marqueteiro Ricardo Bergamo, que trabalha para o partido, já estaria atuando na pré-campanha de Dias.

O presidenciável está entusiasmado com a possível aliança e deve receber uma resposta definitiva nas próximas semanas para poder anunciar a coligação.

Embora o senador paranaense ainda esteja cauteloso em “bater o martelo” sobre quem seria seu companheiro de chapa, integrantes da direção do Podemos confirmam que o PRB foi convidado.

Fonte: GospelPrime

comentários

Estúdio Ao Vivo